sábado, 7 de fevereiro de 2009

Acupunctura Veterinária - Veterinários ou Acupunctores?

Recebi uma pergunta bastante pertinente no post anterior de uma aluna de Medicina Tradicional Chinesa (como eu! :D)

"sou estudante de medicina tradicional chinesa e também tenho grande paixão por animais. Sabe me dizer para quem não é veterinária se há onde se tire especializações de acupunctura veterinária?"

E resolvi responder "out loud" :D porque achei bastante importante, outros devem ter as mesmas dúvidas e curiosidades, e como iria "perder tempo" de estudo a responder, já agora fazia também um bom post :P

Num curso de Medicina Tradicional Chinesa acreditado são dadas aulas de anatomia, fisiologia e um cheiro de Medicina Humana. Mas não se aprende qualquer noção de veterinária. Infelizmente, nem os anteriores (anatomia, fisiologia ou medicina), nem as diferenças, nem as mudança dos pontos ou mesmo as substância que são tóxicas para os animais apesar de não o serem para nós.

Legalmente não se pode aplicar acupunctura veterinária (e com isso estou a dizer, fazer tratamentos e receber por eles) sem ter um curso de veterinária e uma especialização em acupunctura. Em Portugal não sei se já existe alguma lei de acupunctura veterinária, terei de ver isso para a futura tese, mas sei que no exterior existe (Inglaterra, EUA, Alemanha...), apenas os médicos veterinários acreditados pelo IVAS (explico mais a frente) podem aplicar acupunctura legalmente. E sinceramente, pelos perigos que existem, eu também concordo.
Eu fiz o curso de Acupunctura Veterinária da Universidade Lusófona (por enquanto único lugar existente, e penso eu que é direccionado apenas para Médicos Veterinários ou estudantes de Medicina Veterinária, porque eles partem do principio que já se saibam os básicos da Medicina Veterinária) e estou a fazer o curso superior de Medicina Tradicional Chinesa (MTC). O curso da lusófona, foi bastante importante, para saber as diferenças na acupunctura (agulhas, pontos, meridianos, diagnóstico, etc) da Humana para a Veterinária. e ainda assim precisei (preciso) de ler e estudar muito em livros de acupunctura veterinária, para me sentir razoavelmente a vontade nesta área.

Agora se existem especializações de veterinária para quem tem o curso de MTC, só se for no exterior, mas eu ainda desconheço. É uma questão de se procurar (Espanha é um bom lugar, perto e está agora a investir muito também na Acupunctura Veterinária).

O IVAS (International Veterinary Acupuncture Society) é basicamente o"Big Boss" na acupunctura veterinária. Legalmente os veterinários para aplicarem acupunctura deverão estar inscritos como membros e para isso é necessário fazer um exame. E fazem os cursos de acupunctura para os médicos veterinários. Eu estou inscrita neste momento como membro estudante. Lá os interessados poderão ter as melhores informações. http://www.ivas.org/

Há quem o faça tendo apenas o curso de MTC mas, como disse acima, não acho correcto.
Há diferenças significativas que podem custar a vida do animal.
Já vi bastantes aplicações erradas, inclusivé na dosificação da fitoterapia, o q pode, dependendo da fitoterapia, ser até perigoso.

(Hei de escrever mais tarde, após os exames, acerca disso)

Tratar os seus animais ou animais de conhecidos por hobbie, tratar sintomatologia, tirar as dores e este tipo de coisas mais simples(...), podem comprar um bom livro de acupunctura veterinária, posso sugerir "Veterinary acupuncture - ancient art to modern medicine" de Allen M. Schoen e "Xie's veterinary acupuncture" de Huisheng Xie e Vanessa Preast (Blackwell publishing).
Onde são explicadas algumas diferenças e falam de casos específicos que podes aplicar, os cuidados que deves ter, têm o mapa veterinário de acupunctura e aconselham os fitoterápicos para que não haja perigo de reacção.

Última coisa, os organismos dos animais são muito diferentes, há substâncias que para nós são perfeitamente corriqueiras e naturais, enquanto para eles apenas uma pequena dose poderá torna-se tóxica e mesmo mortal. Cuidado com o pensamento de "ja apliquei em pessoas e não lhes fez mal!".
E nos animais de companhia é tudo menor, mais próximo, mais fino... mais difícil! As agulhas são diferente, há agulhas para gatos, agulhas para cães grande, coelhos e até aves! As sintomatologias, a maneira como se faz o diagnósticos, e muitos tratamentos são diferentes! E portanto, mais uma vez, cuidado com pneumotorax, infecções, perfurações de veias e artérias (não percorrem os mesmos "caminhos" que nos humanos, muitas vezes podem ter localizações diferentes!).

Só mais um conselho, o tratamento sintomatológico (isso tanto em humanos como na veterinária) disfarça a sintomatologia (podem desaparecer ou mesmo ficarem diferentes), tornando-se mais complicado para os médicos veterinários chegarem a um diagnóstico. Comece o tratamento apenas após o animal ter sido visto pelo medico veterinário e q, de preferência, saiba qual o diagnóstico final ou pelo menos saiba os sintomas. Avise o médico veterinário que irá aplicar a acupunctura.

Não é um sermão, ou tentar impedir que se aplique acupunctura veterinária sem um curso de veterinária, apenas preocupações de uma futura médica veterinária, que está ciente de todos os perigos. Preocupo-me tanto com um Especialista de MTC sem estudos em Medicina Veterinária, como com um Medico Veterinário sem os estudos próprios e correctos de MTC.

Agora, tratar os teus animais ou de amigos de graça, é como uma mãe a tratar um filho, não há lei que possa impedir e muitas vezes nem sequer é necessário ir ao médico! Com uma boa orientação, de um bom livro ou de alguém que saiba, pode-se fazer muito boas acções com os animaizinhos próximos que precisam de ajuda.Mas sempre com cuidado!

Muito boa sorte e como os meus pais sempre disseram "Liberdade com responsabilidade!"

9 comentários:

Joana Correia de Azevedo disse...

Obrigada pelo esclarecimento.
Fiquei mais sensibilizada para o caso e para as diferenças de tratamentos de acupuntura em animais e pessoas. Como deve imaginar, como amante de animais nunca seria capaz de aplicar um tratamento sem ter estudos e conhecimentos para tal. Só não fazia a mínima ideia em Portugal como funcionaria, se primeiro aprendia-se MTC nos humanos e depois nos animais, sem ser preciso tirar o curso de veterinária, ou se o curso de veterinária seria algo obrigatório e com a sua lógica necessário. Respondeu á minha questão. Com muita pena não tenho o curso de veterinária, por isso provavelmente continuarei os meus tratamentos de MTC, que já pratico, só e exclusivamente em pessoas :)
Beijinhos e continuação de um bom trabalho!

Zhyph disse...

Longe de mim fazer com que desistas de alguma coisa que gostes. Se é realmente o que queres deve haver maneira para. É uma questão de te informares.
Só pretendia, realmente, sensibilizar para as questões delicadas que, quando não se conhece as coisas podem correr mal...
Mas se é o teu sonho, não desistas!
Beijinhos

Joana Bernardes disse...

Em primeiro lugar, muito obrigado por este post... Encontro-me na mesma situação da Joana, sou acupunctora e adoro animais :-) e adoraria especializar-me em acupunctura veterinária. A pós-graduação da Lusófona é possível que comece já em Maio e informei-me que, apesar de não ser médica veterinária, poderia fazer a formação, não podendo no entanto fazer o exame para o "IVAS"... Ainda não sei se vou poder fazer a pós-graduação, mas tenho fé que lá me possam esclarecer de dúvidas em relação às diferenças entre animais e humanos de forma a poder utilizar a acupunctura veterinária da forma mais segura possível... Longe de mim querer fazer mal aos nossos queridos amigos animais.
Bjssss

Zhyph disse...

Acho fantástico Joana! Muito boa sorte, e espero que realmente consigas trabalhar no que realmente gostas! ;)
Beijinhos e obrigada :D

Joana Bernardes disse...

Obrigada, e já agora... adorei o blog!!! :-D

Zhyph disse...

;) Sempre que precisares ou tiveres dúvidas, esteja à vontade. Fico muito contente que estejas a gostar :D

Joana Bernardes disse...

Obrigada ;-))

Anónimo disse...

Boa noite! Gostei muito deste post. Sei que já é um pouco antigo mas espero que seja visto!
Sou estudante de Medicina Veterinária neste momento no último ano do curso.
Gostava de saber se sabe alguma informação sobre a pós graduação da Lusofona? Deixou de ser leccionado ou ainda continua? Não encontro informação sobre ele!
Obrigada desde já,
Catarina A.

Sa GT disse...

Olá Catarina,

Ainda bem que gostou :)

Em relação à pós-graduação da Lusófona não tenho informações, mas a Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa (ESMTC - www.esmtc.pt) está a fazer este curso de acupunctura + fitoterapia chinesa para os animais de companhia. Neste ano de 2015 será a 3ª edição do curso.
Se é a sua paixão, corre atrás ;)
Boa sorte