sábado, 22 de novembro de 2008

Mais um dia de trabalho

E assim chegou ao fim de mais um dia de trabalho!


Sexta feira a noite "Hum, que bom, são quase 20h e já só falta um cliente para irmos para casa! Quase parece impossível..." (penso eu), a clínica fecha as 20h, mas geralmente às sextas feiras fica tão atafulhado que raro é o dia que saio antes das 22.30h. "Bem que precisava de chegar hoje cedo a casa e relaxar, afinal este vai ser mais um fim-de-semana pesado com um seminário de acupunctura no sábado e no domingo".


Quando dou uma espreitadela à recepção da clínica, a ver o último cliente a ser chamado, entra um labrador absolutamente lindo, e com o nariz vermelho (...Ahn?), vermelho e a pingar... pera, não está a pingar, está a escorrer sangue!!! Eu devo ter parecido um pouco chocada a olhar para o animal, pois o dono olha para mim e pergunta-me "O que eu faço?" com um ar ainda mais desesperado que o meu (se é que é possível. Abro a porta de um consultório livre, acendo a luz e pego em muito papel... "por aqui!". Dou o meu melhor para lhe limpar o nariz (missão absolutamente impossível), peço para ele segurar o papel a tapar a narina que lhe escorria o sangue e corro! Corro para chamar a minha orientadora "Rápido, está um cão com sangue a escorrer do nariz!".

No caminho para a outra sala começo a pensar em diagnósticos diferenciais para a epistaxis (hemorragia nasal): "trauma, corpo estranho, neoplasia, ..."

A minha orientadora chega na sala e pergunta "leishmaniose?", ao que ele responde "Sim".
Claro! Como não pensei nisso? Como é possível que eles acertem de primeira só de olhar para o animal? Também quero!

(Já no outro dia, um cão que dizia o dono "coxeia às vezes, de vez em quando empaca, não consegue andar e depois, quando puxamos por ele, volta a andar bem novamente", e lá pensei eu: cão velho, talvez artrose, ou talvez uma displasia de anca, luxação coxo-femural... e lá foi a "C" directo ao joelho do animal "Bem me parecia, tem uma luxação da patela"!!! COMO????)
Chega a tornar-se frustrante! mas eu vou chegar lá, sei que vou!

Entretanto, 4horas depois (meia noite) ainda estavamos nós a tentar estancar a hemorragia em toalha (é como é chamado quando sai muito muito sangue), mesmo depois de tudo o que poderíamos fazer, anticoagulantes, vitamina K, adrenalina local, esponja com anticoagulantes para dentro da narina... e nada! Não, para melhorar a situação, ele de vez em quando parava, coagulava e assim que os donos estavam prontos para o levar para casa, o Joca dava um daqueles espirros, jorrava o sangue e expulsava o coagulo que lá estava tão bem a estancar... e lá começava tudo de novo! Infelizmente o Hvet ainda não tem banco de sangue, tivemos que o mandar para um hospital de lisboa, abertos 24h, com banco de sangue, uma vez que o bichinho começava a ficar um pouco pálido e cansado. Assim não poderíamos arriscar que ele passasse a noite...

Acham que o meu pijama (sim, é mesmo assim que se chama) está sujo? Deviam ver a bata da minha orientadora que estava mesmo na frente do Joca em dois dos seus 4 espirros! :D

2 comentários:

Rafael Teixeira disse...

Este Post tá fixe sim senhor! GO Sis GO!
Isso que é dedicação... 0:00 lá a levar os espirros do cachorro e as 1:30 da manha o post já estava feito! Isto promete...
Só uma coisa, esse teu novo nome Zhyph significa que vou ter que arranjar qualquer coisa melhor que sapato pra te chamar agora?

Zhyph disse...

Engraçadinho! :P Cresce e aparece... quando apareceres podes me chamar de Sra Dra, ok? ;)
Beijo grande meu irmão, tb tenho muito orgulho em ti.